12 junho 2019

Aurora Boreal – Short Comic / BD Curta

Aurora Boreal, by writer and portuguese comics personality José de Matos-Cruz, is a follow-up to The Infante Portugal trilogy (2004/2010/2012). This new female character appeared in Lisbon's mystical underworld after having been a focus point of the last book, The Mutant Shadows, that I illustrated with Susana Resende – who was later challenged to create Aurora's look, first viewing her as an enigmatic child and afterwards creating a special suit to go with the character's rise to hero status.
Aurora Boreal and The Infinite Beginning (2017-2018) was the first arc of the series, for which four artists were invited to contribute with chapter illustrations, but here under a different motivation: we were to create a set of six illustrations from our own imagination and visual preferences, that would then be pieced together as inspiration for the story's writing.
Given that a new cycle (The Eternal Paradox) has began, I will share all artwork that I've created for the project over the following posts, from initial sketches to final illustrations. For today, I'm starting with the two-page short comic “Aurora Boreal and The First Dance“ that I did as an extra, meant to bridge the gap between the trilogy's last book and the new spin-off series.


(Right click to view as larger image / Clicar no botão direito para ver maior)

Aurora Boreal, pelo escritor e personalidade da banda desenhada José de Matos-Cruz, dá seguimento à trilogia O Infante Portugal (2004/2010/2012). Esta nova personagem feminina surge no submundo mágico lisboeta após ter sido um foco do livro final, As Sombras Mutantes, que ilustrei com a Susana Resende – que foi mais tarde desafiada a criar o visual da Aurora, primeiro vendo-a como uma criança enigmática e a seguir criando um fato aquando à sua ascensão ao estatuto de heroína.
Aurora Boreal e O Princípio Infinito (2017-2018) foi o ciclo inicial da série, no qual os artistas foram convidados a contribuir com ilustrações de capítulo, mas aqui sob uma motivação diferente: foi-nos pedido criarmos um conjunto de seis ilustrações ao sabor da nossa imaginação e conforme preferências visuais, que depois seriam usadas como inspiração para a escrita da história.
Dado que o novo ciclo (O Eterno Paradoxo) foi agora iniciado, irei partilhar nas próximas publicações os trabalhos que realizei para o projecto, dos esboços iniciais às ilustrações finais. Para hoje, começo com a BD curta de duas páginas “Aurora Boreal e A Primeira Dança” que fiz como um extra, para fazer a ponte entre o último volume da trilogia e a nova série subsequente.

Sem comentários:

Publicar um comentário

comentários!?