03 maio 2012

Criação-à-Solta sketch

Outro lote de esboços, do ano passado, relativos ao projecto de intervenção Criação à Solta. Sem dar muito a perder, a ideia foi pegar nas mitologias e cânones dos super-heróis para fazer mensagens de consciencialização social e crítica política (bastante precisada cá para os meus lados, a meu ver…), enquanto simultaneamente se criavam várias novas fantásticas personagens originais para o universo da BD ‘tuga.
Infelizmente, após reunir a participação de vários autores portugueses de comics, a iniciativa falhou em conseguir as parcerias necessárias para se concretizar. Talvez ainda haja esperança, mas creio que por ora ficou suspensa, pelo que só mostro estes esboços dos trabalhos em progresso. Não são nada de mais, só esboços preliminares para aquecer para os mais inventivos…



Another batch of sketches, from last year, pertaining to an intervention project Criação à Solta (Loose Creativity). Without giving too much away, the idea was to call on superhero mythologies and cannon to deliver social awareness messages and political criticism (sorely needed in my neck of the woods, if you ask me…), while creating several great new original characters for the Portuguese comics’ lore.
Unfortunately, after gathering many of Portugal’s comics’ artists to pitch in, it failed to get the necessary funding to move forward. Maybe there’s still hope, but I believe it’s on stand-by for now, so all I’m able to show are these WiP doodles. They’re nothing much, just preliminary sketches to warm up for the real inventive stuff…

3 comentários:

  1. Se estes são só esboços, já me está a crescer água na boca só de pensar na versão de desenhos acabados! ;P

    ResponderEliminar
  2. é a primeira vez que vejo um uso de lápis de cores, ficou uma pequena maravilha!

    ResponderEliminar
  3. Obrg aos dois! Quanto a desenhos acabados, não sei se ouso tanto, pq pode prejudicar o projecto caso algum dia se possa avançar com ele...

    Sobre os lápis de cor, realmente foi uma brincadeira catita; o herói não é suposto surgir sem fato ou máscara, mas senti que precisava de o ver "ao vivo" para poder descobrir a estrutura e construir a fatiota;)

    ResponderEliminar

comentários!?