11 abril 2015

Blast from the Past: Crash! #1


Hard to believe, but it was 20 years ago already that I first entered+won a comics contest and published that (winning) drawing in a comics’ magazine. By then, I had published a short comic in my districts’ High-school newspaper, but this was rather special since Crash! #1 (a follow-up title to Art Nove magazine) was a noteworthy monthly in the Portuguese comics market, with a wide distribution and severing ties with the older aesthetics, by promoting newcomer artists, more in tune with the then “comics invasion” tendency.
Helmed by author Miguel Jorge, the magazine serialized a variety of stories and, after I had won his character themed contest, I submitted my first-ever comics samples, afterwards developing my own comic – a superhero team series, titled 7eptet. Unfortunately, although I drew the 18 pages long 1st chapter and a teaser poster (see the embarrassing image below), the magazine was canceled soon after.

Anyway, that was my debut in the Portuguese comics’ community, leading me to join our first comics-styled artists’ studio. Later, in 1997, I self-published a low-print comics fanzine with that first issue, with character concepts studies and sketches.


É difícil de acreditar, mas foi há 20 anos que pela primeira vez participei+ganhei um concurso de BD e, em simultâneo, editei o desenho (vencedor) numa revista da especialidade. Até então, tinha editado uma BD no jornal de liceu do meu concelho, mas isto foi especial, já que a Crash! #1 (um título sucedâneo da revista Art Nove) foi uma publicação notável no mercado de banda desenhada, alcançando uma distribuição nacional e rompendo laços com as estéticas mais antigas, promovendo artistas novos, mais em sintonia com a tendência da "invasão dos comics" então sentida.
Gerida pelo autor Miguel Jorge, a revista serializava várias histórias e, após ter ganho o concurso, enviei as minhas primeiras amostras de banda-desenhada sempre e comecei depois a desenvolver a minha própria BD - uma série de super-heróis intitulada 7epteto. Lamentavelmente, apesar de desenhado todas as 18 páginas do 1º capítulo e um póster (vejam a constrangedora imagem ao lado), a revista foi cancelada pouco depois.

De qualquer forma, foi a minha estreia na comunidade de BD portuguesa, levando-me a co-fundar o nosso primeiro estúdio de artistas ao estilo de comics. Mais tarde, em 1997, auto-editei um fanzine de baixa tiragem com aquela BD, junto com estudos de personagens e esboços.

Sem comentários:

Publicar um comentário

comentários!?