30 outubro 2013

O Infante Portugal: Livro Livre | The infante Portugal: Unbound Book

Volvido um ano da retrospectiva à saga d’O Infante Portugal no 23º festival Amadora BD, partilho um dos adereços da mostra: o Livro Livre, um volume milenar que traça a cronologia dos paladinos, que fez de livro de visitas. Entre as centenas de páginas, dezenas de desenhos e dedicatórias (desde já, obrigado a quem lá escreveu) escolhi algumas das mais alusivas ao universo criativo de José de Matos-Cruz…
A year after The Infante Portugal saga’s retrospective at the 23rd Festival Amadora BD, here’s one of the props of said exhibit: the Unbound Book, a volume that traces the paladins’ ancient chronology, and was also the show’s guestbook. Amongst its hundreds of pages, dozens of drawings and acknowledgments (thanks to all who wrote there) I picked out a few drawings that most alluded to José de Matos-Cruz’s creative universe...

Alguns desenhos tentaram homenagear ilustrações da trilogia…
Some drawings tried to homage illustrations from the trilogy…



Outras figuraram os protagonistas da saga, como o Infante, mas também os antropomorfos Chat Noir e Boule de Niege, mais Álvaro Pessoa, Oktobraia (creio) e Aurora Boreal (talvez)…


Others featured the saga’s protagonists, like the Infante himself, but also the anthropomorphic Chat Noir and Boule de Niege, plus Álvaro Pessoa, Oktobraia (I think) e Aurora Boreal (maybe)…



E outros foram devaneios imaginativos maiores...
And other still were even bigger flights of fancy...




Obrigado a todos!
Thanks, everyone!

28 outubro 2013

24º Amadora BD

Abriu porta no passado fim-de-semana o 24º Amadora BD, o mais icónico festival de BD português, que continua a ser o mais vibrante do sector, não obstante a menor margem orçamental com que a organização promotora – o CNBDI – se debata, e que foi marcado logo à partida pela fenomenal ilustração de cartaz, assinada pelo amigo Ricardo Cabral, sobre o tema Cenários.
Embora não tenha tido oportunidade de visitar o núcleo do evento, no Fórum Luís de Camões, estive na abertura da expo na sede do CNBDI, dedicada ao lado da Animação do festival, este ano dedicado à autora e cineasta Isabel Aboim, numa mostra comissariada por José de Matos-Cruz e Cristina Gouveia. É de salientar que a retrospectiva, a 1ª prestada à autora, apesar da sua ainda jovem idade, marcou a estreia da nova galeria no espaço, substituindo parte dos gabinetes do ‘Amadora BD.

Enquanto não há mais destaques feitos na primeira pessoa e fotos, deixo a informação e programa oficial:
Entre os dias 25 de Outubro e 10 de Novembro, o Fórum Luís de Camões, na Amadora, é o ponto de encontro internacional da banda desenhada, pautado por presença de autores nacionais e estrangeiros, sessões de autógrafos, programa de cinema, exposições, debates e colóquios, feira do livro e fanzine, novidades editoriais, animação infantil e festa da caricatura.
Entre outros, visitam o festival os autores estrangeiros André Diniz, André Kitagawa, Diego Gerlach, Jon Bogdanov, Juan Cavia, Marcelo D’Salete, Pedro Franz, Rafael Sica, Santiago Villa, Shaenon Garrity e Yoshiyasu Tamura.